Módulo II: o planejamento de ensino- por: Orlando Gomes de Aguiar Júnior

Orlando Gomes de Aguiar Júnior

Graduado em Licenciatura em Física pela Universidade Federal de Minas Gerais (1984), mestre em Tecnologia pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (1995), doutor em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (2001). Realizei estudos de pós-doutorado em educação em ciências na Universidade de Leeds, Inglaterra (2003-2004). Atuei como professor de física no ensino médio por 14 anos em escolas de rede pública e particular. Sou Professor Associado da Faculdade de Educação da UFMG. Nela desenvolvo atividades de ensino, pesquisa e extensão no campo da Educação em Ciências e Física. Sou professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFMG (Nível 7, Capes) e do Programa de Mestrado Profissional Educação e Docência da UFMG (Nível 5, Capes). Sou pesquisador com bolsa de produtividade de pesquisa nível 2 pelo CNPq.

MÓDULO II: O PLANEJAMENTO DE ENSINO

Orlando Gomes de Aguiar Júnior

Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais

orlando@fae.ufmg.br

 

A indicação de leitura deste segundo número da Revista Brasileira de Educação Básica trata-se do “Módulo II: o planejamento de ensino”, material que faz parte do Programa de Desenvolvimento Profissional de Educadores (PDP). Esse material foi desenvolvido pelo professor Orlando Gomes de Aguiar Júnior para o projeto Escolas-Referência – Programa de Desenvolvimento Profissional de Educadores, da Secretaria de Estado de Educação, do Governo do Estado de Minas Gerais, em 2005.

O material pretende ser uma conversa entre professores sobre a ação de planejar o ensino e os instrumentos que podem fazer mais efetivo o esforço de preparar, organizar e otimizar a ação em sala de aula. Sempre que possível, o autor traz exemplos e situações práticas que possam fomentar o diálogo entre educadores e o trabalho coletivo no PDP.

O planejamento do ensino pode ser encarado de duas maneiras: como ação burocrática, preenchendo fichas a serem entregues à coordenação pedagógica da escola ou como atividade criativa de conceber e organizar modos de intervenção em sala de aula. Esse guia de estudos irá pensar no planejamento nessa segunda perspectiva. As condições de ensino não são favoráveis e, dentre elas, é importante ressaltar o pouco tempo que têm os professores para preparar suas aulas. Portanto, é essencial otimizar, da melhor maneira possível, o tempo de trabalho fora de sala de aula, tempo precioso muitas vezes dedicado a estudos e preparação de aulas.

O fato de os professores não terem tempo e condições para planejar todas as aulas e cursos do modo como gostariam não os impede de fazer esse exercício em alguns tópicos do currículo. Dessa forma, compartilhar esse trabalho com outros colegas é uma maneira de ampliar as possibilidades de fazer isso de modo mais crítico e efetivo. Como diz o ditado popular, no trabalho compartilhado “um mais um é sempre mais que dois”.

Para ler o texto e compartilhar com seus colegas professores,  clique aqui.

Texto extraído e adaptado de “Módulo II: o planejamento de ensino”, do Programa de Desenvolvimento Profissional de Educadores (PDP), de Orlando Gomes de Aguiar Júnior, publicado em 2005.

Luiza Oliveira

Editora Executiva da Revista Brasileira de Educação Básica

Esta Publicação Tem Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *